www.brasil.gov.br
LogoCEAR150

CEAR

Centro de Energias Alternativas e Renováveis

Universidade Federal da Paraíba

Mesa Redonda Sobre Smart Cities marca 3º dia do CBA 2018

O Congresso Brasileiro de Automática (CBA) 2018 trouxe nesta segunda-feira uma mesa redonda sobre Smart Cities (Cidades Inteligentes). Composta pelo professor da Universidade de Aalto na Finlândia, Álvaro Oliveira; a doutoranda em engenharia pela Universidade Técnica de Munique, Mariana Avezum; e o engenheiro da GFA Consulting Group, Ricardo Takahira, eles apresentaram seus projetos para transformar a infraestrutura de grandes centros urbanos com o auxílio da tecnologia.

 

 

 O engajamento da população local, a relevância da eletromobilidade e os desafios para a transformação de metrópoles em cidades inteligentes foram abordados pelos integrantes da mesa. O professor Álvaro Oliveira, que foi um dos fundadores dos Living Labs, mostrou os resultados obtidos com o sistema de inovação. “O Living Lab é uma plataforma de inovação que envolve todos os agentes que contribuem para isso: as universidades; as empresas que desenvolvem novos produtos e serviços; a administração pública no seu papel regulador e facilitador; e acima de tudo os usuários”, afirmou.

O engenheiro Ricardo Takahira expôs as novas tecnologias existentes na eletromobilidade e o papel do Governo para tornar os projetos praticáveis. “Tem que combinar o que a iniciativa privada e o que as políticas públicas precisam, e dentro desse arcabouço tem uma dependência e um norral. É preciso dominar o carro autônomo e o carro elétrico para não ocorrer a dependência total de tecnologia”, afirmou Takahira.

Já a doutoranda Mariana Avenuz pontuou os pontos positivos e negativos do Hyperloop criado por ela e outros membros do WARR Hyperloop Team, além de outras soluções em mobilidade urbana que prometem ser o futuro da mobilidade. “A política pública precisa ser muito rápida na forma de agir para conseguir seguir a tecnologia e a indústria privada”, concluiu.

Após a explanação das propostas, o mediador da mesa, professor doutor Euler Macedo, promoveu o diálogo e integração de ideias entre os convidados através de questionamentos sobre os obstáculos existentes para desenvolver cidades inteligentes no Brasil. A mesa foi finalizada com a abertura para participação do público, que também esclareceu dúvidas sobre o tema com os membros da mesa. O debate encerrou o 3ª dia do CBA 2018, mas o evento segue até o dia 12 de setembro no Hotel Tambaú.

Por Priscila Monteiro